Processo de impeachment

Golpe é convocar novas eleições, afirma senador Romero Jucá

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/TV Senado

    Jucá: "Temer é o homem certo para este momento do país"

    Jucá: "Temer é o homem certo para este momento do país"

O presidente em exercício do PMDB, senador Romero Jucá (RR), afirmou na noite desta segunda-feira (25) em entrevista ao programa "Roda Viva", da TV Cultura, que a eventual realização de novas eleições gerais ainda neste ano seria um golpe -- numa alusão à posição do governo e de aliados de que o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff é um golpe.

Ainda de acordo com Jucá, a realização de um novo pleito seria "uma artimanha, uma manobra diversionista" do processo de impeachment ou uma "tentativa de melar o jogo", fora das regras que preveem eleições para presidente apenas em 2018. "Fora disso, aí sim é golpe, é tentativa de anular a regra", declarou. 

Um dos principais articuladores do vice-presidente, Jucá disse ainda que Michel Temer é "o homem certo" para o momento de crise que vive o país. "Ele tem todas as condições de construir uma base de diálogo com o Congresso, porque ele foi criado naquele meio, ele é jurista, um constitucionalista," afirmou. 

Cortes e mudanças

Jucá defendeu a redução de ministérios e dos cargos comissionados no governo federal ao defender que as conversas de Temer com políticos não objetivam a distribuição de nomeações para sustentar um eventual governo.

Ele afirmou ainda que é preciso discutir a indexação dos gastos do governo com educação. Como argumento, ele citou que, em algumas cidades, haveria mais idosos do que crianças e adolescentes para que a cidade seja obrigado a separar 25% em investimentos em educação.

Citado em depoimentos da Lava Jato, o senador afirmou que seu partido defende a operação e as investigações. "Não há demérito em ser investigado, há demérito em ser condenado".

Ex-líder do governo FHC, Lula e Dilma afirmou a respeito das declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que Temer não terá condições de governar o país, Jucá declarou o PT está involuindo. "Lamento ver o presidente nesta situação. Ele entrou na contramão, na correnteza dos fatos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos