Processo de impeachment

Cassação de Delcídio deve ser votada amanhã no Senado

Do UOL, em São Paulo

  • Marcos Oliveira/Agência Senado

    Delcídio do Amaral

    Delcídio do Amaral

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal decidiu nesta segunda-feira (9) promover a votação do pedido de cassação do mandato de Delcídio do Amaral (sem partido-MS). A questão deverá ir a plenário nesta terça-feira. 

A questão foi uma exigência do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) para manter o rito de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo Renan, a votação do impeachment de Dilma, prevista para quarta (11), só poderia ir a plenário depois da decisão a respeito de Delcídio. Calheiros teria dito que não queria que um senador prestes a ser cassado, votando pela cassação da presidente.

Em poucos minutos, os membros da CCJ voltaram atrás da decisão da tarde que dava mais prazo para anexação de documentos pedidos pela defesa de Delcídio.

A votação do processo de cassação do senador, ex-PT, deverá iniciada nesta terça-feira, às 17h.

Na tarde desta segunda-feira (9), a CCJ  no Senado foi suspensa por causa de um pedido do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). Regimentalmente, a comissão teria até a quinta (12) para analisar o caso mas, pelo documento aprovado, não há prazo para que a procuradoria envie as informações.

A CCJ acatou a um pedido da defesa de Delcídio que pediram acesso às novas informações para  acrescentar ao inquérito do senador.

Um pouco antes, o plenário do Senado ouviu um resumo do parecer do impeachment, necessário para o encaminhamento da votação contra Dilma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos