Corpo de Bombeiros retoma buscas por corpos de vítimas de acidente aéreo em Paraty

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Paraty (RJ)

  • Hanrrikson de Andrade/UOL

    20.jan.2016 - Movimentação no cais da Marina em Paraty (RJ). Equipes de socorro e policiais federais estão no local

    20.jan.2016 - Movimentação no cais da Marina em Paraty (RJ). Equipes de socorro e policiais federais estão no local

O Corpo de Bombeiros retomou na manhã desta sexta-feira (20) a operação de resgate de dois corpos de vítimas do acidente aéreo que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, ontem (19), no mar de Paraty, na região litorânea do Rio de Janeiro.

A aeronave saiu de São Paulo e caiu nos arredores da Ilha Rasa. Cinco pessoas morreram. Durante a madrugada, três corpos, o do ministro Teori, o do empresário Carlos Alberto Filgueiras e o de uma mulher não identificada foram retirados do mar e levados para o IML (Instituto Médico-Legal) de Angra dos Reis, município vizinho.

As equipes de socorro deixaram o cais da Marina 188, na rodovia Rio-Santos, por volta de 7h em direção ao local onde está a fuselagem do avião. O perímetro foi isolado pela Marinha, que também participa dos trabalhos, mas com foco na apuração das causas do acidente.

Às 8h30, um grupo de policiais federais esteve no cais e recebeu das mãos de militares um recipiente --não foi possível identificar o que havia dentro. A reportagem tentou se aproximar da base do Corpo de Bombeiros para apurar maiores informações, porém não foi recebida.

Além da movimentação de socorristas e policiais, muitos jornalistas seguem no local à espera de atualizações. Como só é possível chegar perto dos destroços da aeronave em uma embarcação, alguns pescadores estão aproveitando para faturar uma grana extra. Um pescador alugou uma escuna para fotógrafos e cinegrafistas por R$ 300.

Por volta de 8h40, dois parentes do piloto do avião chegaram ao cais em busca de informações. Orientados por policiais militares, eles se dirigiram para a base do Corpo de Bombeiros. No caminho, foram abordados pela imprensa, mas disseram que não falariam nada a respeito.

PF abre inquérito para investigar morte de ministro do STF

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos