Ex-prefeitos não aparecem e frustram 1ª reunião de "conselho superior" de Doria

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

  • Nelson Antoine/Agif/Estadão Conteúdo

    O ministro Ciência e Tecnologia e ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), e o atual prefeito, João Doria (PSDB)

    O ministro Ciência e Tecnologia e ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), e o atual prefeito, João Doria (PSDB)

Apenas dois dos seis ex-prefeitos de São Paulo convidados por João Doria compareceram na tarde desta segunda-feira (20) à primeira reunião do "Conselho Superior". O grupo foi anunciado em outubro pelo prefeito de São Paulo para discutir "grandes temas e grandes soluções" com os ex-prefeitos da cidade. Estiveram presentes o ministro Gilberto Kassab (PSD) e o deputado federal Paulo Maluf (PP).

Fernando Haddad (PT), que havia confirmado presença na reunião desta tarde, não compareceu devido a atraso em vôo. O ex-prefeito retorna hoje da Paraíba, onde se encontrou com os ex-presidentes Lula e Dilma durante evento pela transposição do rio São Francisco. Convidadas, Marta Suplicy (PMDB) e Luiza Erundina (Psol) também não apareceram. Segundo a prefeitura, ambas estão fora de São Paulo. Já José Serra (PSDB) informou que está em tratamento médico.

Segundo Doria, a ideia é que o conselho se reúna a cada quatro meses para promover o diálogo entre os ex-prefeitos da cidade. O tom dos encontros deve ser informal, já que "não tem pauta definida", afirmou Doria. Na reunião de hoje, Doria, Kassab e Maluf conversaram sobre o plano de privatizações que o prefeito pretende apresentar para a cidade de São Paulo.

"Quem foi duas vezes prefeito da maior cidade do país sempre tem bons conselhos a oferecer", disse Doria sobre Kassab, que retribuiu o elogio: "Doria não precisa de conselhos."

O ministro também ressaltou a disposição do tucano em se comunicar com os cidadãos pela internet. "O prefeito usa muito bem as redes sociais, instrumento muito importante hoje, que aproxima as pessoas da gestão", comentou. Além disso, citou o programa Corujão como uma boa iniciativa do atual governo. Maluf não aceitou dar entrevistas.

Almoço com salmão

O encontro, durante o almoço, teve salmão como prato principal. Questionado se a escolha está relacionada à deflagração da Operação Carne Fraca, que investiga irregularidades em frigoríficos brasileiros, Doria apenas riu e disse que não. Já Kassab afirmou: "Como brasileiros, temos que saber mostrar para o mundo o quanto nossa carne tem de qualidade". 

"Temos que aplaudir a operação da Polícia Federal, mas também temos que aplaudir os milhares de bons produtores que trabalham no país", disse o ministro.

 

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos