PUBLICIDADE
Topo

Política

PF recebe 2º gravador com que Joesley Batista gravou Temer

Presidente Michel Temer (foto) foi gravado pelo empresário Joesley Batista - Pedro Ladeira/Folhapress
Presidente Michel Temer (foto) foi gravado pelo empresário Joesley Batista Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

23/05/2017 21h03

A PF (Polícia Federal) informou na noite desta terça-feira (23) que recebeu o segundo gravador com qual o empresário Joesley Batista gravou conversa com o presidente Michel Temer (PMDB) no dia 7 de março deste ano. O primeiro gravador já havia sido entregue à PF ontem. O áudio foi uma das provas apresentadas pelo presidente da JBS em seu acordo de delação premiada com a PGR (Procuradoria Geral da República).

A perícia completa do áudio e dos gravadores é parte fundamental do inquérito aberto no STF (Supremo Tribunal Federal) a pedido da PGR contra Temer. No pedido do procurador-geral Rodrigo Janot, o presidente da República é acusado dos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça.

A avaliação do áudio e dos aparelhos será conduzida pelo INC (Instituto Nacional de Criminalística), órgão da PF, e não tem data formal de conclusão - peritos ouvidos pelo UOL apontam um prazo entre 15 e 30 dias. Além da perícia oficial, a defesa de Michel Temer também encomendou uma perícia paralela, que está sob comando do perito Ricardo Molina.

Na tarde desta terça, o diretor do INC, Mauro Magliano, participou do evento Interforensics, realizado em Brasília, e falou sobre a necessidade de o perito “trabalhar com o cuidado de não se contaminar por opiniões”. Ele também enalteceu o trabalho dos peritos da Polícia Federal em relação a perícias independentes.

“Nosso chefe não é o caso A ou o caso B”, afirmou.

Ouça a íntegra da conversa entre Temer e o empresário

UOL Notícias

Política