TSE pode parar julgamento de Dilma/Temer e só retomar em agosto, prevê especialista

Do UOL, em São Paulo

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) retoma nesta terça-feira (06), a partir das 19h, o julgamento que analisará se a chapa composta por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) cometeu irregularidades – abuso de poder e lavagem de dinheiro – na campanha eleitoral de 2014. Embora estejam programadas quatro sessões durante esta semana (uma na terça, uma na quarta e duas na quinta), o advogado e especialista em direito eleitoral Fernando Neisser acredita que o julgamento será interrompido ainda no início (veja no vídeo acima).

Em entrevista ao jornalista e blogueiro do UOL Leonardo Sakamoto, Neisser afirmou que há duas possibilidades reais de o julgamento parar ainda na primeira sessão. A mais concreta delas, segundo ele, é a maioria dos sete ministros acatar um pedido da defesa do presidente Michel Temer de retirar as delações da Odebrecht da ação, alegando que o processo começou em 2015, antes de a Procuradoria-Geral da República assinar acordo de delação com os executivos da empreiteira.

Também segundo Neisser, há ainda a possibilidade de um dos sete ministros do TSE pedir vista do caso, isto é, requisitar mais tempo para analisar a ação e proferir seu voto.

Diante das possibilidades de interrupção, o especialista em direito eleitoral crê que o julgamento da chapa Dilma/Temer pode ser retomado apenas em agosto.

Confira abaixo a íntegra das entrevistas que Leonardo Sakamoto fez nesta segunda com Neisser e outros convidados, entre eles o jornalista Juca Kfouri.

Advogado diz o que esperar do julgamento da chapa Dilma/Temer

Juca Kfouri compara Temer a presidente da CBF: "ele está sendo ridículo"

Doria e Bolsonaro ganham força pelo antipetismo, analisa cientista político

Deputado tucano critica polarização e diz que partidos se transformaram

Jornalista traça comparação entre Temer e ex-presidente americano Nixon

A Lei Anticorrupção é frágil? Presidente do Instituto Ethos comenta

Diretas já: "vai depender das ruas", diz Boulos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos