Operação Lava Jato

Leilão de 81 imóveis de Youssef arrecada quase R$ 9 milhões

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Além de apartamentos no interior paulista, cotas em hotel de Salvador (foto) também foram leiloadas

    Além de apartamentos no interior paulista, cotas em hotel de Salvador (foto) também foram leiloadas

Apreendidos pela Operação Lava Jato, 81 imóveis do ex-doleiro Alberto Youssef foram a leilão e vendidos por um total de R$ 8,9 milhões.

Pelos 73 apartamentos do Hotel San Diego Express Aparecida, localizado na cidade de Aparecida (SP), a cerca de 170 quilômetros da capital paulista, foram pagos R$ 8,4 milhões.

Já por oito cotas de apartamentos no hotel Connect Smart, em Salvador, foram arrecadados R$ 450 mil.

Essa foi a segunda tentativa de vender os imóveis. No primeiro leilão, que começou em setembro e foi até meados de outubro, apenas um imóvel foi vendido, pelo lance de R$ 120 mil.

O leilão foi reaberto com descontos de até 50%. Os imóveis foram leiloados por metade do valor da avaliação judicial. As cotas no hotel em Salvador variaram de R$ 54,2 mil a R$ 58,2 mil. Já os apartamentos de Aparecida (SP) foram comprados por valores entre R$ 63 mil e R$ 132 mil.

No despacho em que determinou o leilão, o juiz federal Sergio Moro diz que a arrecadação com a venda será depositada em juízo até nova decisão. O texto também recordava que, no acordo de colaboração, Youssef renunciou seus direitos sobre os bens.

No ano passado, um outro leilão com bens do doleiro já havia arrecadado cerca de R$ 4,2 milhões.

Condenado a mais de 110 anos de prisão em processos na Lava Jato, o ex-doleiro cumpre pena em regime aberto.

Em março, Youssef, com tornozeleira, passou ao regime domiciliar

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos