PUBLICIDADE
Topo

Política

Marcelo Odebrecht volta para casa em SP, onde cumprirá prisão domiciliar

19.dez.2017 - Empreiteiro Marcelo Odebrecht chega a sua residência, em São Paulo, onde passará a cumprir prisão domiciliar - AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL - AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL
19.dez.2017 - Empreiteiro Marcelo Odebrecht chega a sua residência, em São Paulo, onde passará a cumprir prisão domiciliar
Imagem: AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

19/12/2017 16h00Atualizada em 19/12/2017 20h21

O empreiteiro Marcelo Odebrecht chegou a sua residência em São Paulo por volta das 15h50 desta terça-feira (19). O ex-presidente da Odebrecht deixou na manhã de hoje a carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, após passar dois anos e meio preso, e colocou uma tornozeleira eletrônica. Ele cumprirá o restante de sua pena de dez anos de reclusão em prisão domiciliar.

Ele chegou em um carro preto e não conversou com a imprensa.

Localizada no bairro do Morumbi, zona oeste da capital paulista, a casa de Odebrecht possui 3.000 metros quadrados e fica em um condomínio fechado. A cela deixada pelo empreiteiro nesta manhã possui 12 metros quadrados. Ele viajou de Curitiba para São Paulo em um jatinho particular.

Marcelo permanecerá em casa com uma tornozeleira eletrônica. Ele deverá pagar R$ 149 por mês pela manutenção do equipamento.

O empreiteiro terá direito à visita de até 15 pessoas, cujos nomes poderão ser alterados a qualquer momento e quantas vezes for necessário, desde que passem por aprovação da Justiça. Segundo Nabor Bulhões, advogado de Marcelo, o acerto faz parte do acordo de colaboração.

Marcelo Odebrecht foi condenado em dois dos seis processos em que é réu na Operação Lava Jato: o primeiro em março de 2016, e o outro em junho deste ano. Somadas, as penas chegam a 28 anos e meio de reclusão.

As penas, porém, foram reduzidas para dez anos de reclusão após Marcelo fazer acordo de delação premiada.

Política