PUBLICIDADE
Topo

Política

Temer está "irritado" com sonda e tem de repousar mais, diz Afif

O presidente Michel Temer em cerimônia em novembro - Alan Santos -23.nov.2017/PR
O presidente Michel Temer em cerimônia em novembro Imagem: Alan Santos -23.nov.2017/PR

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

19/12/2017 17h22Atualizada em 19/12/2017 17h30

O presidente do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o ex-ministro Guilherme Afif Domingos (PSD), afirmou nesta terça-feira (19) que o presidente Michel Temer (PMDB) está “irritado” com a sonda urológica que utiliza desde cirurgia realizada na última quarta (13).

Segundo Afif, amigo de longa data de Temer, ele trocou ideias sobre a situação com o presidente, pois também sofreu com o problema neste ano. Na avaliação de Afif, Temer deveria repousar mais e permanecer sentado o máximo possível.

“Então, transmiti a ele o que ele deve fazer: repouso. Isso [o uso da sonda] é chato. Nessa hora, a gente vale mais que médico porque viveu o que ele está vivendo. Tem que ter mais repouso, não adianta”, afirmou. “Não é cansaço, mas irritação. É um negócio incômodo, chato, então, quanto menos mexer, melhor.”

A sonda utilizada por Temer visa manter o canal aberto para a fluidez da urina. Ao receber alta do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde passou pela cirurgia para desobstruir o canal uretral, os médicos recomendaram que o presidente repousasse. No entanto, Temer continua com uma agenda cheia diariamente.

Afif reconheceu ser difícil descansar no final do ano, mas falou que o presidente deve tirar mais alguns dias de folga no período do Natal e do Ano Novo. Temer deve passar as datas com a família em São Paulo e em uma base das Forças Armadas no litoral brasileiro.

Embora seja próximo a Temer, Afif foi ministro da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) entre 2013 e 2015 quando a Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República tinha status de ministério, extinto em outubro do ano retrasado.

Política