Operação Lava Jato

Temer diz que "abusos" na Petrobras foram eliminados na atual gestão da estatal

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), declarou nesta quinta-feira (21) que "abusos" do "passado" foram eliminados de dentro da Petrobras na atual gestão da estatal, sob o comando de Pedro Parente.

O governo federal promoveu uma cerimônia no Palácio do Planalto para divulgar o Plano de Negócios e Gestão 2018-2022 da empresa.

"Eu quero mais uma vez cumprimentá-los [Pedro Parente e o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho] e dizer que, se no passado houve abusos na Petrobras, eles foram expungidos, eliminados, né?", afirmou Temer.

O peemedebista disse ser uma "satisfação" poder participar do lançamento do plano de negócios de uma Petrobras "reerguida" e que "voltou a ser motivo de orgulho para todos os brasileiros". A estatal foi um dos principais palcos de esquema de corrupção cometido por variados partidos e descoberto pela Operação Lava Jato. Ex-presidentes e ex-diretores da empresa foram presos, enquanto diversos outros supostos envolvidos continuam sob investigação.

Segundo Temer, há dois anos a palavra Petrobras "era quase um palavrão" e ficou extremamente desmoralizada. Na avaliação de Temer, com os trabalhos promovidos por Parente, a estatal virou referência de profissionalismo no Brasil e no mundo.

"Não poderíamos ter um nome mais qualificado para comandar a Petrobras. Parente trouxe a seriedade e a eficiência que a atual conjuntura exigia. Quando assumimos o governo, o Brasil vivia uma crise sem precedentes", falou, ao citar a melhora de dados econômicos e a relação do Executivo com o Legislativo.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, divulgou o plano de negócios da empresa para os próximos quatro anos e falou sobre os principais projetos previstos, como concessões do pré-sal, novos sistemas de produção em bacias petrolíferas e investimentos em infraestrutura para o escoamento, processamento de gás natural da bacia de Santos e o retorno das atividades exploratórias.

Em relação ao meio ambiente, a Petrobras disse pretender reduzir a emissão de carbono dos processos produtivos, investir em novas tecnologias para reduzir os impactos climáticos e desenvolver em negócios de alto valor em energia renovável.

Em termos fiscais, a Petrobras tem como objetivo melhorar a gestão de caixa e reduzir riscos associados ao fluxo do mesmo. Algumas das ações previstas para tanto são elevar o market-share por meio da política ativa de preços, reduzir o adicional de dispêndios e acelerar os desinvestimentos dos ativos incluídos na carteira com aumento da carteira potencial em US$ 5 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos