Topo

Posse de Jair Bolsonaro


Posse de Bolsonaro atrai 115 mil pessoas e não supera a de Lula em 2003

1º.jan.2019 - Público acompanha a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro - Nelson Almeida/AFP
1º.jan.2019 - Público acompanha a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro Imagem: Nelson Almeida/AFP

Do UOL, em São Paulo

01/01/2019 19h53Atualizada em 02/01/2019 00h34

Cerca de 115 mil pessoas participaram da cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta terça-feira (1º) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, de acordo com um levantamento do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e do CIOB (Centro Integrado de Operações de Brasília).

O número ficou abaixo do esperado --o GSI chegou a estimar que entre 250 mil e 500 mil pessoas compareceriam ao evento.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Distrito Federal afirmou que as atividades desta terça aconteceram "dentro do planejado".

Ainda segundo a secretaria, a dispersão do público começou no início da noite, quando a comitiva presidencial se dirigiu ao Itamaraty. No local, Bolsonaro ofereceu um jantar para convidados.

O trânsito nas vias N1, S1, N2, S2 e imediações, no entanto, permaneceu fechado, segundo a SSP, até o fim da cerimônia no Itamaraty.

Menor que posse de Lula

Autoridades chegaram a cogitar que a posse de Bolsonaro atraísse mais espectadores que a primeira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2003. À época, a posse de Lula reuniu pelo menos 150 mil pessoas, conforme dados da Polícia Militar, Polícia Federal e Defesa Civil do Distrito Federal. Foi o maior público em uma posse de presidente após a redemocratização.

A convite da Folha, a Defesa Civil fez um novo cálculo da posse de Lula em 2003, estimando o público em 71 mil. O número oficial, porém, foi mantido em 150 mil

O evento foi organizado pelo marqueteiro Duda Mendonça, que comandou a campanha do Partido dos Trabalhadores. Naquele ano, as despesas com a posse ficaram no valor de R$ 1,5 milhão e foram integralmente pagas pelo partido.

Posse de Lula em 2003, quando FHC passou a faixa presidencial - Alan Marques - 1.jan.03/Folhapress
Posse de Lula em 2003, quando FHC passou a faixa presidencial
Imagem: Alan Marques - 1.jan.03/Folhapress

Ocorrências

A Polícia Militar do DF informou que nesta terça-feira conduziu um homem à 5ª Delegacia de Polícia, na região central de Brasília, por "importunação sexual". Até as 19h50, ele permanecia detido no local. Já a Polícia Civil afirmou ter registrado cinco furtos de celulares e de uma motocicleta.

O Detran, por sua vez, precisou realizar duas desobstruções de vias nas proximidades do evento da posse presidencial. Segundo o órgão, veículos bloqueavam o trânsito próximo ao ministério da Defesa, ao Teatro Nacional e ao prédio do Incra.

Já o Corpo de Bombeiros informou ter realizado 18 atendimentos. Segundo a corporação, uma pessoa foi transportada pelo Samu ao Hospital de Base, na Asa Sul, com sinais de embriaguez.

Mais Posse de Jair Bolsonaro