PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro fala em "pressão forte" para ser candidato, mas critica reeleição

Marcela Leite

Do UOL, em São Paulo

08/04/2019 21h37

Após Datafolha e Ibope indicarem que este é o governo de primeiro mandato menos bem avaliado desde 1985, Jair Bolsonaro (PSL) falou que já há "pressão" para que ele se candidate à reeleição, mas manteve postura crítica em relação a mandatos consecutivos

"A pressão está muito forte para que, se eu tiver bem [em 2022], obviamente, me candidatar".
Jair Bolsonaro, em entrevista à rádio Jovem Pan

Ao fazer a afirmação, Bolsonaro respondia ao jornalista Augusto Nunes, que lembrou ao presidente que, durante a campanha, ele havia afirmado que não se candidataria à reeleição.

"Era uma pretensão minha [acabar com a reeleição], vindo dentro de uma reforma política, que não depende de mim, o próprio parlamento pode resolver esse assunto se quiser", afirmou Bolsonaro.

Ele ainda disse que a sua proposta de reforma incluiria ainda um corte "na própria carne", em referência ao fim da reeleição.

"A reeleição causou uma desgraça no Brasil. O prefeito, o governador, até o próprio presidente se endivida, faz barbaridade, dá cambalhota, faz acordo com quem não interessa, para conseguir apoio político. Então a reeleição [é] péssima no Brasil", afirmou.

O presidente ainda disse que se "nessa proposta de reforma, para diminuir um pouquinho o tamanho das casas legislativas do Brasil também, custar uma possível reeleição na proposta, eu topo assinar isso daí".

Governo Bolsonaro