Topo

Lula está sereno e confiante sobre julgamento no STF, diz advogado

Reprodução
Ex-presidente concede entrevista na sede da Polícia Federal em Curitiba (Arquivo) Imagem: Reprodução

Vinicius Konchinski

Colaboração para o UOL, em Curitiba

2019-06-25T18:51:05

25/06/2019 18h51

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sereno e confiante de que será solto por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal) nesta terça-feira. A descrição é do advogado Emídio de Souza, que esteve com o Lula na carceragem da PF (Polícia Federal) nesta tarde em Curitiba.

"O presidente está sereno, acompanhando. De manhã, a notícia era de adiamento. Depois, durante o julgamento, veio a notícia de que seria decidido hoje. Então ele está animado", disse Souza.

Segundo o advogado, Lula quer que o STF se posicione sobre sua liberdade. Para o ex-presidente, a Corte não pode se omitir quanto ao seu pedido. "Ele [Lula] falava [durante a conversa com os advogados]: o Supremo tem que definir. Sim ou não, o Supremo tem que dizer."

Além de Souza, estiveram com Lula na PF os advogados Manoel Caetano e Luiz Eduardo Greenhalgh. Ao saírem da PF, eles evitaram falar sobre cenários pós-decisão do STF.

Emídio de Souza disse que é preciso esperar a decisão do Supremo para prever como e quando Lula poderá ser solto. "O difícil é entrar na prisão. Sair é o mais fácil do mundo", disse ele. "Se tiver decisão, arrumaremos um jeito de que [a soltura] seja de acordo com a vontade dele [Lula]."

Greenhalgh foi questionado sobre a possibilidade de o ex-presidente aceitar condicionantes para que deixe a prisão. Disse que isso será discutido oportunamente.

Mais Política