PUBLICIDADE
Topo

Juiz que transferiu Lula para Tremembé foi nomeado por Moro para conselho

O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, que decidiu pela transferência de Lula para o presídio de Tremembé (SP) - Divulgação/TJ-SP
O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, que decidiu pela transferência de Lula para o presídio de Tremembé (SP) Imagem: Divulgação/TJ-SP

Beatriz Montesanti

Do UOL, em São Paulo

07/08/2019 17h20

Corregedor do Tribunal de Justiça de São Paulo e responsável por determinar a ida de Lula para a penitenciária de Tremembé, Paulo Eduardo de Almeida Sorci foi nomeado pelo ministro Sergio Moro, em fevereiro, para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). Semanas antes, ele havia determinado outra grande transferência de presidiários: a da cúpula da facção criminosa do PCC do interior de São Paulo para presídios federais.

O CNPCP é responsável por inspecionar o sistema penitenciário brasileiro, além de estabelecer critérios para o uso de recursos do Fundo Penitenciário Nacional. Seus 26 membros são escolhidos pelo ministro da Justiça e Segurança Pública para mandatos de dois anos. A nomeação de Sorci foi publicada em portaria no Diário Oficial no dia 27 de fevereiro. Ele assumiu o cargo no dia 28 de março.

Algumas semanas antes, no dia 14 de fevereiro, Sorci havia determinado a mudança da cúpula do PCC do interior de São Paulo para presídios federais. A operação envolveu a mudança de Marcola, líder da facção criminosa, além de outros 21 detentos.

Na ocasião, ele criticou o governo do estado de São Paulo e disse que a administração estadual falhou em não transferir os presos antes, por medo de retaliação. Nos autos do mesmo processo também afirmou que a divulgação da transferência colocava sua própria vida em risco.

Na tarde de hoje, o juiz determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja transferido da PF (Polícia Federal) em Curitiba para o complexo penitenciário de Tremembé, no interior de São Paulo, onde alguns presos famosos cumprem pena.

Embora Sorci tenha determinado a prisão destino de Lula, a decisão pela transferência do ex-presidente para São Paulo foi tomada horas antes pela juíza federal Carolina Lebbos, a pedido da própria PF. A data para a mudança não foi definida.

A defesa do ex-presidente entrou com recurso no STF (Supremo Tribunal Federal) para que o petista seja libertado ou, caso isso não ocorra, a suspensão da transferência dele para a penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo.

Lula deve ser transferido para Tremembé, em São Paulo

UOL Notícias

Política