Topo

Major Olímpio se diz pronto a "pagar o preço" por defender CPI da Lava Toga

Major Olimpio (PSL-SP) - 18.jan.2019 - Simon Plestenjak/UOL
Major Olimpio (PSL-SP) Imagem: 18.jan.2019 - Simon Plestenjak/UOL

Do UOL, em São paulo

17/09/2019 11h50

O senador Major Olimpio (PSL-SP) voltou a defender, em postagem em seu Twitter, a sua posição favorável à CPI da Lava Toga e disse que está disposto a "pagar o preço" por sua postura contrária à do seu companheiro de bancada Flavio Bolsonaro (PSL-RJ).

Apesar de dizer que não quer deixar o partido, Major Olimpio reafirmou que não mudará a sua convicção nem que isso signifique a sua saída do PSL. Ontem, ele disse que quem deveria deixar o partido era Flavio Bolsonaro.

"Apoio e apoiarei o presidente Bolsonaro, lutei e lutarei por esse governo, para o Brasil dar certo, mas não mudarei minha convicção, nem irei contra a vontade da população. Não quero sair do partido, mas se me custar isso, pagarei o preço. Meu apoio e minha luta não mudarão!", disse o líder do PSL no Senado.

"O Brasil precisa da Lava Toga para ser passado a limpo e essa CPI não prejudica em nada o Governo, pelo contrário, fortalece uma de suas principais bandeiras", completou, usando a hashtag "Lava Toga já".

O movimento para barrar a comissão levou a senadora Selma Arruda (MT) a anunciar que irá trocar o PSL pelo Podemos.

Já Major Olimpio disse que chegou a pensar a deixar o partido, mas desistiu da ideia. De acordo com o parlamentar, ele decidiu ficar e "resistir".

Presidente do Senado descarta CPI da Lava Toga

Band Notí­cias

Mais Política