PUBLICIDADE
Topo

Material extraído de orelha e rosto de Bolsonaro é enviado a laboratório

O presidente Jair Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada - Adriano Machado/Reuters
O presidente Jair Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada Imagem: Adriano Machado/Reuters

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

12/12/2019 16h47Atualizada em 12/12/2019 16h47

O Palácio do Planalto afirmou nesta quinta-feira (12) que materiais extraídos do rosto e da orelha do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) serão enviados a laboratório para análise. Ontem, ele passou por exames no Hospital das Forças Armadas, em Brasília.

Ao sair da consulta e voltar ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que ele pode estar com câncer de pele".

"Tem um possível câncer de pele. Tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, fiz muita atividade. Então, a possibilidade de câncer de pele existe. Por enquanto, o [vice-presidente Hamilton] Mourão continua vice, pode ter certeza", afirmou.

Hoje, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República disse que a consulta do presidente, realizada ontem, estava "previamente agendada, com o objetivo de reavaliação de atendimento feito seis meses atrás".

"Foram realizados alguns procedimentos como retirada de lesão verrucosa na face e na orelha, além de crioterapia em lesões no tórax e no antebraço, provocadas pelo excesso de exposição solar", esclareceu o órgão do Planalto. "O material segue para análise laboratorial, como é de rotina. Convém, segundo orientação do especialista, fazer avaliação semestral em face do excesso de exposição solar prévia, o que já está sendo seguido."

'Não vou poder atender vocês'

Hoje, Bolsonaro cumpre atividades no Tocantins e no Rio de Janeiro. Antes de embarcar, por volta de meio-dia, na porta do Palácio da Alvorada, o presidente fez piada com a situação. Ele se dirigiu aos jornalistas e disse que não comentaria nada porque teria câncer.

"Pessoal, como eu estou com câncer, não vou poder atender vocês, tá ok?", afirmou ele aos repórteres.

Veja a íntegra da nota do Planalto

"O presidente Jair Bolsonaro esteve nessa quarta-feira, 11, em Brasília, no Hospital de Força Aérea de Brasília, em consulta médica dermatológica previamente agendada, com o objetivo de reavaliação de atendimento feito seis meses atrás.

Foram realizados alguns procedimentos como retirada de lesão verrucosa na face e na orelha, além de crioterapia em lesões no tórax e no antebraço, provocadas pelo excesso de exposição solar. O material segue para análise laboratorial, como é de rotina.

Convém, segundo orientação do especialista, fazer avaliação semestral em face do excesso de exposição solar prévia, o que já está sendo seguido.

O presidente Jair Bolsonaro cumpre normalmente as agendas previstas, entre elas, as viagens ao Tocantins e ao Rio de Janeiro no dia de hoje."

Cuidados para prevenir o câncer de pele

bandrs

Governo Bolsonaro