PUBLICIDADE
Topo

Associação de magistrados diz que é descabido ataque de F. Bolsonaro a juiz

O senador Flávio Bolsonaro - Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
O senador Flávio Bolsonaro Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

20/12/2019 10h40

A Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) publicou na noite de ontem uma nota de repúdio às declarações do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) contra o juiz Flávio Itabaiana Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O texto diz que o ataque ao magistrado é descabido e trata-se de uma tentativa de pressionar o Judiciário.

Ontem, Flávio Bolsonaro publicou um vídeo em suas redes sociais com críticas ao juiz, responsável por 24 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a ele. Além de acusar o juiz de vazamento de informações sigilosas, o senador também insinuou um envolvimento entre o magistrado e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

"O descabido ataque ao magistrado representa uma tentativa, que será vã, de pressão contra o Judiciário. As decisões tomadas pelo doutor Flávio Itabaiana Nicolau são absolutamente coerentes com o modo de atuação da Justiça fluminense, a mais produtiva do país há dez anos consecutivos, com os rumos do inquérito e com as investigações desenvolvidas pelas autoridades competentes", disse a Amaerj em nota.

Leia abaixo a íntegra da nota de repúdio da Amaerj:

"A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) repudia as ofensas dirigidas ao juiz Flávio Itabaiana Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), pelo senador Flávio Bolsonaro.

O descabido ataque ao magistrado representa uma tentativa, que será vã, de pressão contra o Judiciário. As decisões tomadas pelo doutor Flávio Itabaiana Nicolau são absolutamente coerentes com o modo de atuação da Justiça fluminense, a mais produtiva do país há dez anos consecutivos, com os rumos do inquérito e com as investigações desenvolvidas pelas autoridades competentes.

As declarações do senador Flávio Bolsonaro atingem a todos os juízes e desembargadores do Estado do Rio de Janeiro.

O Poder Judiciário é um sólido pilar do Estado Democrático de Direito. A Magistratura brasileira é independente. Qualquer tentativa de intimidação à Justiça e a seus magistrados será firmemente repudiada por esta Associação e seus dirigentes.

A AMAERJ manifesta apoio integral ao magistrado titular da 27ª Vara Criminal, de ações, por todos conhecidas, competente, independente, equilibrada e firme."

Ouça o podcast Baixo Clero, com análises políticas de blogueiros do UOL. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Política