Topo

Após criticas a Bolsonaro, Frota adota #EleNão: "Estamos pagando pelo erro"

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) em depoimento à CPMI das Fake News Imagem: Roque de Sá/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

18/01/2020 23h09

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), hoje opositor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), utilizou as redes sociais para defender o movimento #EleNão, lançado durante a campanha eleitoral de 2018.

"Todas as artistas, atrizes, cantoras, produtoras e personalidades tinham muita razão quando lançaram #EleNão. Um movimento autêntico e visionário que tentou nos alertar que estávamos fazendo a escolha errada. Estamos pagando pelo erro", escreveu ele na manhã de hoje em sua conta no Twitter.

Antes apoiador e correligionário do presidente, Frota chegou à política após ter se destacado com a militância nas ruas. Ele deixou o PSL em agosto após uma série de críticas a Bolsonaro e entraves com colegas de sigla, incluindo os filhos do presidente.

Frota vem utilizando as redes com frequência para criticar o atual governo e citou, em mais de uma ocasião, arrependimento por ter sido apoiador de Bolsonaro. Ainda esta manhã, ele também afirmou que o ex-deputado Jean Wyllys "tinha razão quando cuspiu na cara do Bolsonaro".

Wyllys cuspiu em Bolsonaro em abril de 2016, na Câmara dos Deputados, após alegar ter sido ofendido. Os dois eram parlamentares na ocasião.

Ouça o podcast Baixo Clero com análises políticas de blogueiros do UOL.

Os podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após criticas a Bolsonaro, Frota adota #EleNão: "Estamos pagando pelo erro" - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Newsletters Resumo do Dia

Para começar e terminar o dia bem informado.

Política