PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro publica decreto para funcionamento de casas lotéricas

Bolsonaro publicou decreto determinando o funcionamento de casas lotéricas em todo o Brasil - Isac Nóbrega/PR
Bolsonaro publicou decreto determinando o funcionamento de casas lotéricas em todo o Brasil Imagem: Isac Nóbrega/PR

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 20h30

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou decreto, agora à noite, determinando o funcionamento de casas lotéricas em todo o Brasil.

Segundo o chefe do Executivo, cerca de 2,4 mil dos quase 13 mil estabelecimentos estariam fechados graças a decretos municipais ou estaduais por causa da quarentena, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

"No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282", escreveu ele, em seu perfil no Twitter.

Bolsonaro declarou, ontem à noite, que a rotina no país deveria retornar à realidade e que a imprensa brasileira espalhara o pânico em torno do coronavírus, o qual voltou a chamar de "gripezinha".

Em pronunciamento em rádio e televisão, Bolsonaro também criticou governadores por determinarem quarentena - -com fechamento de comércio e fronteiras— e questionou o motivo pelo qual escolas foram fechadas. Durante os pouco mais de cinco minutos de fala do presidente, vários panelaços contra ele foram realizados em cidades brasileiras.

"O vírus chegou, está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar, empregos devem ser mantidos, o sustento das famílias deve ser preservado, devemos, sim, voltar a normalidade", disse.

Número de mortos cresceu

O Ministério da Saúde anunciou hoje, em coletiva de imprensa, que subiu para 57 o número de mortes devido ao novo coronavírus no Brasil —ontem, as autoridades contabilizavam 46 vítimas. Ao todo, são 2.433 casos oficiais confirmados no país.

"Os números estão crescendo num ritmo aproximadamente igual ao dos últimos dias", explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a respeito da taxa de letalidade do coronavírus no país, de 2,4%.

O vírus já infectou mais de 350 mil pessoas em todo mundo e matou mais de 16 mil em 170 países, segundo dados desta semana da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Política