PUBLICIDADE
Topo

Reunião também estarrece ao não falar da pandemia, diz professor de direito

Do UOL, em São Paulo

22/05/2020 20h47

Daniel Sarmento, professor de Direito Constitucional da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), explicou no podcast Baixo Clero os possíveis impactos da reunião ministerial do dia 22 de abril, que teve o sigilo retirado pelo ministro Celso de Mello, do STF. Em sua opinião, o conteúdo relevado é estarrecedor, até por não falar da pandemia (você pode ouvir esse trecho acima, a partir de 42:46).

"Eu achei estarrecedora a reunião, primeiro a partir do que ela não fala. A gente está enfrentando uma pandemia, uma tragédia nacional, a maior crise de saúde pública no Brasil e isso nem passa na cogitação de ninguém, não passa na cogitação do Presidente da República. O momento que se fala da pandemia é quando o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que quer dar um golpe, se valendo da pandemia, para aprovar medidas contra o meio ambiente, que é uma coisa gravíssima. Atenta contra o âmago do princípio republicano, você tentar aprovar legislação escondido da mídia e da sociedade", afirmou Sarmento.

A declaração foi feita em uma edição especial de Baixo Clero, o podcast de política do UOL, que nesta sexta-feira repercutiu os impactos da divulgação do vídeo da reunião ministerial. Além de Sarmento, participaram da conversa o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição, Coronel Tadeu (PSL-SP), deputado federal, e Rodrigo Prando, sociólogo e professor do Mackenzie. A apresentação foi de Maria Carolina Trevisan e Diogo Schelp, colunistas do UOL e do Baixo Clero.

Baixo Clero está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, no Castbox, no Deezer e em outros distribuidores. Você também pode ouvir o programa no YouTube. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Política