PUBLICIDADE
Topo

Trevisan: Apoio a Bolsonaro é sustentado pelo Auxílio Emergencial

Do UOL, em São Paulo

27/06/2020 04h00

No podcast Baixo Clero #45, do UOL, a apresentadora, Carla Bigatto, e os jornalistas Diogo Schelp e Carolina Trevisan debatem as consequências da crise política enfrentada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na sua popularidade.

"O governo Bolsonaro continua com a aprovação próxima a 41%, segundo pesquisa do portal Poder360, por conta do Auxílio Emergencial que vai acabar em breve. Ou seja, grande parte desse apoio do presidente é artificial. A desaprovação de Bolsonaro alcança 49% e a rejeição passou, em um mês, de 33% para 48%. Isso é bastante significativo", aponta Trevisan. (ouça a partir do minuto 38:00 do arquivo acima)

Na visão dos jornalistas, Bolsonaro conquistou capital eleitoral com pessoas mais pobres que usufruem do Auxilio Emergencial.

Para Diogo Schelp, quando a conta final da crise econômica alavancada pela pandemia do novo coronavírus chegar, o auxílio do governo não será capaz de sustentar o apoio de Bolsonaro. "Mesmo que o auxílio seja renovado, não seria capaz de segurar a popularidade de Bolsonaro porque a economia vai piorar ainda mais. A estimativa é que o Brasil chegue a 19% de desemprego", disse.

Baixo Clero está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, no Castbox, no Deezer e em outros distribuidores. Você também pode ouvir o programa no YouTube. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Política