PUBLICIDADE
Topo

Doria pede para que Bolsonaro 'siga orientações da medicina'

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) - ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) Imagem: ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 14h01

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou hoje que deseja "pronta recuperação" ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que ele "sigas as orientações da medicina", após Bolsonaro confirmar que seu exame deu positivo para covid-19.

"Desejo pronta recuperação ao presidente Jair Bolsonaro, diagnosticado com covid-19. Que ele siga as orientações da medicina e, em breve, esteja restabelecido", escreveu Doria no Twitter.

O governador não esteve na coletiva de imprensa na tarde de hoje sobre o coronavírus, que foi comandada pelo time da saúde. O secretário executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, João Gobbardo, desejou que Bolsonaro se recupere rápido da doença.

"Nós gostaríamos que o presidente seja um dos 86% das pessoas que têm covid e apresentam sintomas leves. Que ele possa, o mais rápido possível, se recuperar e voltar a exercer suas atividades normalmente", afirmou Gobbardo que fez parte do Ministério da Saúde quando Henrique Mandetta comandava a pasta.

Doria X Bolsonaro

Apoiador de Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018, Doria passou a criticar publicamente o presidente, principalmente em relação à sua postura diante da pandemia.

Nas coletivas diárias do governo paulista, Doria fez reiteradas críticas a Bolsonaro por ele não seguir recomendações das autoridades de saúde, como utilizar máscara em público e evitar aglomerações. Durante a pandemia, o presidente participou sem máscara de manifestações e apartou a mão de apoiadores.

Coronavírus