PUBLICIDADE
Topo

Presidente, ministro, governador e prefeito: os políticos que tiveram covid

O presidente Jair Bolsonaro informa resultado de teste do coronavírus - Reprodução/TV Brasil
O presidente Jair Bolsonaro informa resultado de teste do coronavírus Imagem: Reprodução/TV Brasil

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 13h55

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje que testou positivo para a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ele relatou ter tido alguns sintomas como cansaço, indisposição e febre, mas disse estar se sentindo "perfeitamente bem".

Ao anunciar que está com a covid-19, Bolsonaro se junta a uma extensa lista de prefeitos, governadores e ministros do seu próprio governo que pegaram a doença. Governantes do Reino Unido, Honduras e Mônaco também tiveram a covid-19.

Ministros, integrantes do governo e a viagem aos Estados Unidos

Grande parte da comitiva que acompanhou Bolsonaro em uma viagem aos Estados Unidos para um encontro com o presidente Donald Trump, em março deste ano, contraiu a covid-19.

O grupo teve mais de 20 pessoas infectadas. Entre eles, foram diagnosticados com o coronavírus o então secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten; o ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno; o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o assessor internacional da Presidência, Filipe Martins; o presidente da Apex, Sérgio Segovia; e a advogada e tesoureira do Aliança Pelo Brasil, Karina Kufa.

Parlamentares que integraram a comitiva ou tiveram contato com pessoas que fizeram parte da viagem também foram diagnosticadas com o vírus. Entre eles, o senador Nelsinho Trad (PTB-MS) e o deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC).

Senador Nelsinho Trad (PSD-MS), 1º à esquerda no sofá, acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em viagem oficial aos Estados Unidos - Alan Santos/PR - Alan Santos/PR
Senador Nelsinho Trad (PSD-MS), 1º à esquerda no sofá, acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em viagem oficial aos Estados Unidos
Imagem: Alan Santos/PR

Bolsonaro chegou a fazer três exames para a doença na ocasião e, durante meses, resistiu a divulgar os resultados. Somente em maio, após uma ação movida pelo jornal O Estado de S.Paulo, o presidente revelou que utilizou pseudônimos para realizar os exames, que teriam atestado negativo.

Governadores e prefeitos pelo Brasil

Pelo menos 8 dos 27 governadores do Brasil foram infectados com o coronavírus. Nenhum dos governadores chegou a apresentar sintomas graves da doença. Foram eles:

  • Carlos Moisés (PSL) - Santa Catarina
  • Mauro Mendes (DEM) - Mato Grosso
  • Wilson Witzel (PSC) - Rio de Janeiro
  • Helder Barbalho (MDB) - Pará
  • Renan Filho (MDB) - Alagoas
  • Paulo Câmara (PSB) - Pernambuco
  • Renato Casagrande (PSB) - Espírito Santo
  • Antonio Denarium (PSL) - Roraima

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, recebeu o diagnóstico da covid-19 na semana passada e permanece em isolamento.

O governador do Pará, Helder Barbalho, disse estar curado da covid-19 no fim de abril. No início de maio, os governadores Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, e Renan Filho, de Alagoas, também anunciaram que estavam recuperados da doença.

Renato Casagrande, governador do Espírito Santo, e Paulo Câmara, de Pernambuco, foram diagnosticados em maio. Antonio Denarium, de Roraima, disse ter se curado no fim do mesmo mês.

Mauro Mendes, do Mato Grosso, testou positivo em junho e cumpriu isolamento, segundo a assessoria.

Em São Paulo, o prefeito Bruno Covas (PSDB) testou positivo para o coronavírus em meados de junho. Ele passa por um tratamento contra um câncer e diz não ter apresentado sintomas. Covas saiu do isolamento na semana passada.

O secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, chegou a ficar internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após ter sido infectado com a doença. Ele recebeu alta há cerca de duas semanas e se recupera em casa.

Já no interior do estado de São Paulo, pelo menos dois prefeitos morreram vítimas da covid-19: Rodrigo Aparecido Santana (DEM), prefeito de Santo Antônio do Aracanguá, e Antônio Carlos Vaca (PSDB), prefeito de Borebi. Eles morreram no fim de junho.

Líderes pelo mundo

Fora do Brasil, o premiê Boris Johnson, do Reino Unido, pegou a covid-19 e teve complicações por causa da doença. Ele chegou a ser internado em uma UTI e relatou que médicos chegaram a se preparar para a possibilidade de que ele morresse.

Assim como Bolsonaro fez no passado, Johnson chegou a negar a gravidade do coronavírus. Mas, ao receber alta, o premiê britânico agradeceu aos profissionais que cuidaram dele e disse que devia a sua vida ao NHS, sistema de saúde pública britânico.

Também contraíram a covid-19 o príncipe Alberto, de Mônaco, e Juan Hernández, presidente de Honduras. Os dois se recuperaram da doença.

Bolsonaro confirma que está com Covid-19

UOL Notícias

Coronavírus