PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Doria diz que Bolsonaro erra "permanentemente"

Arquivo - Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo
Imagem: Arquivo - Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

11/04/2021 15h02

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) erra "permanentemente". "O presidente Bolsonaro gosta de errar e gosta de fazê-lo permanentemente", disse o tucano em entrevista publicada hoje pelo jornal Correio Braziliense.

Aliados na eleição de 2018, Doria e Bolsonaro hoje mantêm uma relação de ataques mútuos, reforçados esta semana com os episódios "patife" e "vacina antirrábica".

Na entrevista, Doria volta a criticar o governo Bolsonaro em relação à pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 350 mil brasileiros.

"Em vez de se concentrar em buscar soluções para a crise da saúde, a pior pandemia que se abateu sobre o Brasil nos últimos 100 anos, e a crise da economia, do meio ambiente, da educação, da pobreza, ele prefere mergulhar e criar a crise política, eleitoral e ideológica", disse. "Ele se aplica ao que não é importante e despreza o que é substantivo."

Doria também minimizou o fato de alguns de seus amigos empresários terem se encontrado com Bolsonaro, o que o governador paulista qualificou como algo de ocasião. "Não vou desrespeitá-los, sei que essa é uma situação momentânea", disse. "Não condeno meus amigos pelas suas decisões políticas nem eleitorais. Não tenho amigos por razões eleitorais ou partidárias; os tenho por uma vida, uma existência, pelo convívio."

O governador paulista diz que o episódio envolvendo os amigos não o atinge. "Meu sentimento é de relevar isso, não criar um distanciamento, nem transformar em inimigos quem tomou a decisão de aplaudir Jair Bolsonaro. Eu apenas lamento."

Política