PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

'Arroubo de retórica', diz ministro Marco Aurélio sobre ameaça de Bolsonaro

Ministro do STF Marco Aurélio Mello - Felipe Sampaio/STF
Ministro do STF Marco Aurélio Mello Imagem: Felipe Sampaio/STF

Colaboração para o UOL

05/05/2021 18h48

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio Mello, comentou o discurso feito pelo presidente Jair Bolsonaro hoje, no qual ele ameaçou editar um decreto contra as medidas de restrição impostas por governadores e prefeitos para conter a pandemia. Para o ministro, trata-se de um "arroubo de retórica".

"Foi um arroubo de retórica. Vivemos em uma República, numa democracia em que, evidentemente, não se pode afastar do Judiciário", disse o ministro Marco Aurélio ao jornal O Globo. "Em se pronunciando o Judiciário, se o clima é democrático, há observância do que foi decidido. Foi um arroubo de retórica. Precisamos dar um desconto e não acirrar os ânimos", completou.

Em um evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro afirmou que "espera não baixar o decreto", mas caso tome a decisão, ele será cumprido e "não será contestado por nenhum tribunal". O presidente também citou o artigo 5º da Constituição e defendeu o "direito de ir e vir".

Segundo O Globo, o presidente do STF, Luiz Fux, também disse a um interlocutor que considerou o discurso do presidente "uma retórica para plateia" e "uma cortina de fumaça".

Política