PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Presidente da Frente Brasil-China reage a Bolsonaro: 'grave doença mental'

Do UOL, em São Paulo

05/05/2021 22h48

O deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, reagiu à fala do presidente Jair Bolsonaro desta manhã. Ele disse que Bolsonaro tem uma "grave doença mental que o faz confundir realidade com ficção".

Hoje, em um discurso, Bolsonaro lançou dúvida sobre a China, sem citar nominalmente o país. Na ocasião, ele também falou que o coronavírus poderia ter sido criado em laboratório.

"Estou preocupado sobre um possível desvio de personalidade da maior autoridade do Brasil", afirmou Pinato. "A meu ver, não se trata de uma pessoa irresponsável, desequilibrada e sem noção de mundo", continuou.

"Na verdade, pode tratar-se de uma grave doença mental que faz o nosso presidente confundir realidade com ficção", opiniou o deputado. "Penso que estamos diante de um caso em que recomenda-se a interdição civil para tratamento médico", escreveu o parlamentar em nota. Ele ainda concluiu: "O Brasil agradecerá".

Mais tarde, na noite de hoje, Bolsonaro voltou a abordar o tema em entrevista enquanto aguardava a chegada do motorista Robson, que ficou dois anos preso na Rússia, no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. O presidente se defendeu da acusação de prejudicar as relações com o país oriental dizendo que nunca mencionou o nome China em sua fala.

"Eu não falei a palavra 'China' hoje de manhã. Eu sei o que é guerra bacteriológica, guerra nuclear. Vocês, da imprensa, sabem onde nasceu o vírus. Falem. Muita maldade tentar aí um atrito com um país que é muito importante para nós", afirmou, dizendo ainda que a China é um parceiro comercial muito importante.

Política