PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

'SP ganha prefeito temerário', diz Josias sobre Ricardo Nunes

Do UOL, em São Paulo

17/05/2021 09h07Atualizada em 17/05/2021 09h35

O colunista de política do UOL Josias de Souza disse hoje que São Paulo ganha um prefeito "temerário e obscuro" após a morte de Bruno Covas (PSDB). O emedebista Ricardo Nunes assume a gestão da cidade a partir de hoje.

"Do ponto de vista político, o PSDB perde um quadro promissor e São Paulo ganha um prefeito temerário, que é o Ricardo Nunes. Um obscuro, ex-vereador do MDB que vai assumir os negócios da prefeitura da maior cidade do país sem que ninguém conheça direito as suas credenciais", comentou ele ao UOL News.

Eleito vice-prefeito em 2020, Nunes passa a ocupar os holofotes após uma campanha em que ficou escondido durante a maior parte do tempo. Enfrentando denúncias de um suposto envolvimento na máfia das creches e de violência doméstica, o parlamentar quase não deu as caras nos eventos de campanha e se recusou a participar de sabatinas organizadas pelo UOL em conjunto com a Folha de S. Paulo.

"O novo prefeito atravessou a campanha eleitoral brincando de esconde-esconde, fugia de sabatinas, debates e de dois temas que o incomodaram durante toda a campanha: a notícia de que seu grupo político faturou R$ 1,4 milhão por ano alugando imóveis para creches bancadas pela prefeitura e o fato de que sua mulher registrou B.O. contra ele por violência doméstica, ameaças e injúria".

Acho lamentável a maior e mais importante capital do país ser governada por um personagem escolhido não por suas qualidades, que são invisíveis, mas pela conveniência dos conchavos partidários".
Josias de Souza

Bruno Covas morreu ontem aos 41 anos, vítima de um câncer que surgiu entre o esôfago e o estômago e se espalhou por outras partes do corpo. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central da capital.

Política