Topo

Conteúdo publicado há
11 meses

Bolsonaro destaca PSOL como oposição e Boulos declara: 'Com muito orgulho'

Guilherme Boulos (PSOL) declarou concordar pela primeira vez com o chefe do Executivo nacional "com orgulho" Imagem: Lucas Lima/UOL

Do UOL, em São Paulo

07/06/2021 15h11Atualizada em 07/06/2021 15h21

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que se o PSOL está de um lado, ele estará do outro. De forma irônica, o líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos (PSOL), declarou concordar com o chefe do Executivo nacional "com orgulho".

Bolsonaro acabou de dizer que, se o PSOL está de um lado, ele está do outro. É a primeira vez que concordo com ele. E seguiremos do lado oposto, com muito orgulho!
Guilherme Boulos (PSOL)

Bolsonaro atacou mais cedo o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso, que suspendeu por seis meses o despejo de moradores em todo o país, em decorrência da pandemia.

As declarações do presidente foram feitas no início da manhã em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília.

O ministro Barroso aceitou agora uma petição do PSOL. Olha só a que ponto chegamos, né? De modo que quem invadiu terra ou está ocupando imóvel desde antes da covid, pode ficar mais seis meses numa boa, tranquilo. É o fim da propriedade privada
Jair Bolsonaro (sem partido)

O presidente disse ainda que Barroso acha que pessoas "não pagarem mais aluguel" como algo certo e como o PSOL "não consegue nada na Câmara", vai até a Justiça onde encontra seus "simpatizantes". Bolsonaro classificou como "lamentável" a decisão de Barroso em interromper os despejos no país ao longo de seis meses.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bolsonaro destaca PSOL como oposição e Boulos declara: 'Com muito orgulho' - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Política