PUBLICIDADE
Topo

Política

Padilha: Governo credenciou picaretas como interlocutores para negociações

Colaboração para o UOL

14/09/2021 18h55

Em entrevista ao UOL News da noite de hoje, o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) repercutiu os trabalhos da CPI da Covid e afirmou que a comissão pode trazer fatos que evidenciam a corrupção no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia de covid-19.

"A CPI pode sim trazer elementos que cravam a corrupção no Bolsonaro, na família Bolsonaro, nas relações de [Marcos] Tolentino com a família Bolsonaro, nas relações de Flávio Bolsonaro com a Precisa, que levou a empresa ao BNDES atrás de financiamento. O fato deste governo ter credenciado picaretas como interlocutores do governo, inclusive para negociações internacionais", avaliou Padilha.

Para o parlamentar, a comissão é um "escândalo de corrupção" que vem sendo descoberto e revelado todos os dias, seja pelos depoimentos ou pelos documentos adquiridos pelos senadores. "A grande força da CPI é exatamente o poder que ela tem de investigar e requerer documentos."

Padilha ainda elencou, na sua avaliação, as três principais tarefas dos senadores frente à comissão. A primeira, disse, é reunir com documentos a comprovação jurídica e histórica de que Bolsonaro nunca quis controlar a pandemia, defendendo inúmeras vezes a chamada imunidade de rebanho.

Em segundo lugar, mostrar que tem gente ganhando com essa estratégia. E em terceiro, mostrar que esse dinheiro tem irrigado a máquina bolsonarista de fazer política no Brasil.

Política