PUBLICIDADE
Topo

Política

Em Portugal, Queiroga dá palestra sobre covid sob protestos de brasileiros

Marcelo Queiroga, ministro da Saúde - EBC
Marcelo Queiroga, ministro da Saúde Imagem: EBC

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/10/2021 09h20Atualizada em 26/10/2021 10h39

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi alvo de protestos presenciais e virtuais ao palestrar hoje em Portugal, na FMUL (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa) sobre o enfrentamento à pandemia de covid-19 no Brasil.

A manifestação presencial foi organizada pelo coletivo Andorinha - Frente Democrática Brasileira em Lisboa, com apoio da Coletiva Maria Felipa e da Casa do Brasil de Lisboa. "O que ele veio ensinar? Como potencializar o poder de morte de uma pandemia?", comentou uma manifestante durante a transmissão ao vivo do ato.

Na transmissão da palestra pelo YouTube, também houve repúdio à presença do ministro. "A maior vergonha é a FMUL dar um espaço para o ministro da morte. Vocês são coniventes com mais de 600.000 mortes", escreveu uma internauta.

Na semana passada, Queiroga foi incluído na lista de investigados da CPI da Covid pela suspeita de crimes na condução das políticas contra o coronavírus do Brasil. O ministro responderia por epidemia com resultado morte e prevaricação.

Em relação ao crime de epidemia com resultado morte, a comissão afirmou que o ministro teria dado sequência à gestão do antigo titular da pasta, Eduardo Pazuello, na defesa do tratamento precoce, que não tem comprovação científica contra a doença.

Política