PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Flávio Bolsonaro quer boicote a patrocinadores do Minas Tênis Clube

Flávio Bolsonaro apoiou Maurício Souza após comentário homofóbico - Reprodução/Instagram
Flávio Bolsonaro apoiou Maurício Souza após comentário homofóbico Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

27/10/2021 19h28

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) comentou hoje a publicação no Instagram do jogador de vôlei Maurício Souza, que foi demitido do Minas Tênis Clube após ter feito comentários homofóbicos, pedindo um boicote aos patrocinadores do time. "São contra a liberdade de opinião", justificou o senador.

Flávio Bolsonaro pediu que as pessoas não comprem da Fiat e da Gerdau, marcas que pressionaram pela punição ao jogador. "Esse patrocinadores do @minastenisclube são os responsáveis pela perseguição ao grande @mauriciosouza17!" escreveu Flávio.

"Comer o pão que o diabo amassou pra vencer na vida, pelos próprios méritos, não vale nada para esses patrocinadores. Toda minha solidariedade a você, Maurício! Não vai faltar time querendo seu talento e respeitando suas opiniões"
Flávio Bolsonaro

Maurício Souza publicou uma foto na quadra anunciando que não é mais jogador do clube. No post, ele agradece aos companheiros e à comissão técnica e afirma: "Sigo meu caminho plantando o que acredito, meu legado continua! O que deixarei para meus filhos e netos é o que conta no final."

Além de Flávio, o secretário de Cultura do governo federal, Mário Frias, também comentou a publicação usando emojis de palmas para apoiar o jogador.

Maurício Souza é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e frequentemente usa suas redes sociais para se manifestar politicamente. Em seu Instagram, há uma foto recente ao lado de Bolsonaro e do seu filho deputado federal, Eduardo Bolsonaro.

Ele também costuma compartilhar mensagens que ferem os direitos da população LGBTQIA+, como foi o caso desta vez. Maurício foi demitido após pressão da torcida e dos patrocinadores contra um post que ele fez criticando o anúncio de que o personagem Superman atual, filho de Clark Kent, assumiu ser bissexual.

Ontem, o jogador chegou a ser multado e afastado e a direção do Minas Tênis Clube exigiu que ele se retratasse. Maurício Souza então publicou um pedido de desculpas em seu perfil no Twitter, que na hora tinha menos de 100 seguidores — no Instagram, onde foi feita a publicação preconceituosa, o atleta já tinha naquele momento mais de 200 mil.

A ação foi inicialmente aceita pelo clube, mas foi considerada insuficiente pelos patrocinadores e pela opinião pública, que exigiu uma punição mais severa.

Política