PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Sakamoto: pesquisa é recado para a oposição de que Bolsonaro não está morto

Do UOL, em São Paulo

28/10/2021 13h12Atualizada em 28/10/2021 15h02

O colunista do UOL Leonardo Sakamoto comentou hoje, durante o UOL News, a pesquisa divulgada ontem pelo site "Poder360" que mostra a diminuição da diferença em um eventual segundo turno das eleições do ano que vem entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual mandatário Jair Bolsonaro (sem partido).

Sakamoto declarou que a diminuição da diferença entre votos dos políticos é um alerta para toda a oposição ao governo Bolsonaro.

[A pesquisa] É um recado para a oposição, para a esquerda, para terceira, quarta, quinta, sexta via, o nome que se dê a esse processo, que Bolsonaro não está morto. (...) Se o centro, centro-direita, se a esquerda ficarem cantando vitória, dizendo que ele [Bolsonaro] está morto, ele vai surpreender novamente. E aí ele pode até vencer e a história não vai se repetir como tragédia, mas como farsa porque a gente sabia do que poderia acontecer.
Leonardo Sakamoto no UOL News

O jornalista afirmou que muitos eleitores de oposição declaram que a reeleição do atual chefe do Executivo não irá ocorrer, no entanto, Sakamoto alerta que todos aqueles que estão no poder e detêm a máquina pública possuem chances de vencerem novamente.

"A gente falava isso. Tem muita gente falando: 'mas ele [Bolsonaro] não tem chance'. Tem. Todo presidente que detém a máquina do governo, todo governador, todo prefeito que tem a máquina, tem chance [de se reeleger]. E Bolsonaro tem duas máquinas nesse processo: ele tem a máquina do governo e a máquina de ódio. E esse processo se encaminha de forma paralela e, por conta disso, ele é um excelente tipo competidor."

Sakamoto ainda apontou que falta mais de um ano para as próximas eleições acontecerem e as pesquisas feitas hoje ajudam mais a "compor, talvez, uma terceira via" de oposição a Lula e Bolsonaro, mas reforçou o aviso.

"Se serve de alerta tudo isso é: pelo amor de Deus, ninguém decrete a morte do homem antes da hora, politicamente falando. Não confundam desejo com o fato", finalizou.

Pesquisa

A pesquisa divulgada ontem pelo site "Poder360" mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança do 1º turno das eleições do ano que vem, com 35% dos votos, à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem 28%.

A pesquisa foi feita pelo PoderData, divisão de estudos do site "Poder360". A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi realizado por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 2.500 entrevistados em 420 municípios nas 27 unidades da Federação, de 25 a 27 de outubro.

O atual chefe do Executivo, no entanto, diminuiu a diferença em um eventual segundo turno contra o petista — hoje Lula venceria por 52% a 37%, diferença de 15 pontos percentuais. Na pesquisa publicada no mês passado, a diferença era de 23 pontos percentuais — 56% a 33% em favor do líder petista.

Política