PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Joel: Damares tentar vaga no Senado por SP é mirar em algo que não consegue

Do UOL, em São Paulo

20/01/2022 13h36Atualizada em 20/01/2022 13h54

Na avaliação de Joel Pinheiro, comentarista do UOL News, é a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, quem vai acabar "chorando no meme" caso tente emplacar uma vaga no Senado com uma candidatura em São Paulo.

"Vamos aguardar as pesquisas e ver qual é a intenção de voto, mas, sinceramente, acho que ela está mirando em algo que não vai conseguir", disse Joel Pinheiro ao UOL News - Tarde, programa do Canal UOL.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro (PL) indicou, em entrevista à Jovem Pan, que Damares Alves poderá ser a candidata do governo ao Senado pelo estado de São Paulo.

A ideia de Bolsonaro é também lançar o ministro da Infraestrutura do governo, Tarcísio de Freitas, como candidato ao governo do estado de São Paulo — algo que foi reforçado pelo presidente, ao lado do chefe da pasta, na semana passada.

Também ontem, Damares reagiu à declaração de Bolsonaro e aproveitou para, no Twitter, cutucar os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) e José Serra (PSDB-SP).

Com o meme, a ministra mostrou Alcolumbre "aliviado" por não ter que disputar uma vaga no Senado contra ela no AP e Serra, com domicílio eleitoral em SP, "preocupado" — no ano passado, o tucano tirou licença do cargo para tratamento da doença de Parkinson.

Em outra publicação, ainda no Twitter, Damares Alves disse que tem interesse político real mesmo é pelo Amapá, pois ela "ama os indiozinhos" do estado.

Para Joel, porém, se Tarcísio de Freitas, que tem um "perfil mais técnico", já está encontrando dificuldades para alavancar a candidatura ao Palácio dos Bandeirantes, Damares Alves deverá se deparar com problemas ainda mais complexos.

"Damares, a ministra da ala mais maluquinha do governo? Da pura ideologia? Do discurso vazio? Qual a chance que ela tem?", indagou Joel. "O que ela tem a apresentar de verdade? Qual foi o avanço do Brasil nos direitos humanos?", prosseguiu.

Com notícias, opiniões e entrevistas, o UOL News - Tarde vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 12h (horário de Brasília), no Canal UOL. O programa pode ser acompanhado ao vivo pelo UOL Play e pelo canal do UOL no YouTube.

Política