Topo

Conteúdo publicado há
3 meses

Políticos lamentam a morte de mãe de Bolsonaro; veja a repercussão

Do UOL, em São Paulo e colaboração para o UOL, em Brasília*

21/01/2022 07h20Atualizada em 21/01/2022 18h40

Políticos prestaram solidariedade hoje ao presidente Jair Bolsonaro (PL), após a morte da mãe dele, Olinda Bonturi Bolsonaro, aos 94 anos.

As causas da morte não foram divulgadas. Ela estava internada na ala particular do Hospital São João, em Registro (SP), desde a última segunda-feira (17).

A morte foi confirmada pelo próprio presidente em uma publicação nas redes sociais. Ele está em viagem oficial ao Suriname, mas já anunciou que retornará antecipadamente ao Brasil.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente, lamentou a morte da avó. "Que Deus a receba da melhor maneira possível. Na memória momentos doces da minha infância até os mais recentes com ela e sua risada peculiar", escreveu o parlamentar.

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) também lamentou o falecimento da avó. "Vó, olhe por nós aí junto de Deus! Muito obrigado por tudo!"

A conta oficial da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República) nas redes sociais também postou uma mensagem de pesar.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse orar pelo mandatário e pela família em razão da morte de Dona Olinda.

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, também manifestaram sua solidariedade ao presidente. Queiroga disse que a mãe do chefe do Executivo federal é "um exemplo a ser seguido por sua força e coragem".

Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação, e Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente, também lamentaram a morte de Dona Olinda.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), adversário político do presidente, também manifestou sua solidariedade. "Meus sentimentos ao presidente Bolsonaro pelo falecimento de sua mãe. Que Deus possa confortar os corações dos amigos e familiares".

O presidente Jair Bolsonaro ao lado da mãe, Olinda. Ela tinha 94 anos e morreu em Registro (SP) Imagem: Reprodução/Facebook/JairMessiasBolsonaro

Os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos), que antagonizam o presidente, também foram às redes comentar o ocorrido.

"Divergências profundas não podem ser maiores do que o respeito pela dor humana. Meus sentimentos ao presidente da República pela perda da mãe", publicou Moro. Ciro também falou que há momentos que superam divergências. "Meus pêsames a Bolsonaro pela perda de sua mãe", disse.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), que também pode ser um dos nomes da corrida presidencial de 2022, e tem tido atritos com o governo, publicou uma nota de pesar. "Meus sentimentos ao presidente Jair Bolsonaro em razão do falecimento de sua mãe, Olinda Bolsonaro, ocorrido nesta sexta-feira. Estendo minhas condolências aos demais familiares e amigos. Que Deus conforte a todos!".

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) publicou em sua conta no Twitter mensagem que transmite seus sentimentos à família Bolsonaro. "Que o Nosso Senhor Jesus Cristo a receba em Sua infinita Misericórdia e conforte todos familiares e amigos." Na mesma linha, o ministro da Cidadania, João Roma, mandou um "abraço afetuoso a todos da família, que se despedem hoje da grande matriarca que deixou um legado de muita luta e amor incondicional".

"A perda é um sentimento que exige força e fé. Minhas condolências e orações pela morte de sua mãe, presidente. Que Deus conforte o seu coração e receba dona Olinda de braços abertos depois da missão cumprida aqui na terra", publicou o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Integrante da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (Rede) também prestou solidariedade ao presidente Bolsonaro: "Nossos sentimentos pela perda. Todas as vidas importam e precisam ser protegidas".

O presidente da Câmara, Arthur Lira, também se solidarizou.

* Com Estadão Conteúdo

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Políticos lamentam a morte de mãe de Bolsonaro; veja a repercussão - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Política