UOL Notícias Política
 

22/06/2008 - 17h56

Jaques Wagner pede e PC do B vai retirar candidatura em Salvador

Manuela Martinez
Especial para o UOL
Em Salvador
Preocupado com a possibilidade de o PT e o PMDB _partidos que apóia em Salvador_ não irem para o segundo turno, o governador Jaques Wagner (PT) convenceu a vereadora Olívia Santana (PC do B) a retirar a sua candidatura à prefeitura e apoiar o deputado federal Walter Pinheiro, o candidato petista à sucessão municipal. Há pouco mais de duas semanas, Pinheiro também trabalhou nos bastidores para a deputada federal Lídice da Mata (PSB) retirar o seu nome da disputa _a ex-prefeita aceitou ser candidata a vice na chapa encabeçada por Pinheiro.

Com a saída de cena de Olívia Santana, a sucessão de Salvador conta com quatro candidatos com chances de assumir o cargo _os deputados federais Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM) e Walter Pinheiro (PT), o ex-prefeito Antonio Imbassahy (PSDB) e o prefeito João Henrique Carneiro (PMDB), que é candidato à reeleição.

O anúncio oficial da desistência do PC do B de disputar com candidato próprio a prefeitura de Salvador será oficializado na próxima quarta-feira (25). "Deixei claro para o governador que a crise política das esquerdas em Salvador foi provocada pelo PT, que, durante todo o processo, não teve habilidade para formar uma frente. Mesmo assim, o governador me pediu para retirar a candidatura porque não poderia pulverizar ainda mais a sua base de sustentação", disse a vereadora.

No último domingo (15), Jaques Wagner compareceu à convenção do PMDB e fez um discurso de apoio ao prefeito João Henrique (PMDB). Depois, em entrevista, Wagner disse que tinha dois candidatos de sua base disputando as eleições, o próprio prefeito e o deputado Walter Pinheiro. No entanto, o governador acrescentou que, no primeiro turno, pretende ficar "equidistante" na disputa. Nos encontros com os dirigentes do PC do B, o governador disse que não vai "fazer nada" para atrapalhar a intenção do partido de lançar candidatos próprios em Alagoinhas e Juazeiro, duas das mais importantes cidades da Bahia.

Além de Olívia Santana e Lídice da Mata, outros dois "prefeituráveis" desistiram da disputa em Salvador _o radialista Raimundo Varela (PRB), que liderava as pesquisas, mas não tinha apoio político e vai apoiar ACM Neto, o advogado tributarista Edvaldo Brito (PTB), que aceitou ser vice na chapa de João Henrique, e o ex-vereador Miguel Kértzman (PPS), que trocou a sua candidatura para ser vice de Antonio Imbassahy.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,71
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,37
    64.938,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host