UOL Notícias Política
 

17/12/2008 - 14h30

Empresa do Rio implode prédios para continuar obras do PAC no Complexo do Alemão

Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)
Cinco galpões da antiga fábrica de lingerie Poesi, na estrada do Itararé, em Ramos, subúrbio do Rio, foram implodidos hoje (17) para a implantação das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Um centro de referência da juventude, uma escola de ensino médio e 240 casas serão construídas no espaço de cerca de 55 mil metros quadrados. Essa estapa é considerada umas das mais importantes do PAC no Complexo do Alemão.

A implosão dos galpões modificou a rotina de cerca de 5.000 pessoas que moram num raio de 200 metros da antiga fábrica. Eles foram deslocados no início da manhã para a fábrica da Helio Gás, onde ficarão até o término do processo, previsto para o final da tarde.

Lá, eles poderão participar de diversas atividades destinadas a promover a cidadania, como tirar certidões de nascimento e de casamento e segunda via de documentos como carteira de identidade, título de eleitor e carteira de trabalho.

De acordo com o presidente Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio (Emop), Ícaro Moreno, outra mudança na região é a construção de um teleférico para transporte em massa integrado ao sistema de trens.

"O teleférico é uma das obras mais importantes, porque será implantado como transporte de massa urbano, atendendo a 30 mil pessoas. Além disso, estará integrado ao sistema convencional de trens", disse.

Novas casas vão abrigar as pessoas que moravam onde o teleférico e os cabos de sustentação serão construídos. Ícaro Moreno disse ainda que todas as obras devem ficar prontas em setembro de 2010.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -1,33
    4,115
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h51

    -0,23
    104.770,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host