Notre-Dame destruída

Veja como o fogo consumiu um dos principais Patrimônios da Humanidade e como a catedral ficou

Mirthyani Bezerra Do UOL, em São Paulo

Com mais de 800 anos de história, palco de cerimônias como as coroações do rei Henrique 6º (1431) e Napoleão Bonaparte (1804), da beatificação de Joana D'Arc (1909), a Catedral de Notre-Dame, em Paris, foi arrasada ontem por um incêndio de causas ainda desconhecidas.

O fogo começou na parte de cima da construção e destruiu dois terços do teto da catedral. O pináculo -- espécie de torre em formato de flecha -- desabou.

As autoridades ainda avaliam os danos à estrutura, mas segundo o ministro da Cultura da França, Franck Riester, alguns dos seus tesouros puderam ser salvos, graças ao trabalho dos bombeiros. Entre eles estão: a coroa de espinhos feita de junco e fios de ouro, assim como uma túnica a rei da França, Luís 9, mais tarde canonizado como São Luís.

Relíquias como um fragmento da Cruz e um prego da Paixão de Cristo, além de alguns cálices e quadros pequenos também foram recuperados. Os itens foram levados para a prefeitura de Paris.

Com 13 milhões de visitantes por ano (duas vezes o que o Brasil inteiro recebe anualmente), a Notre-Dame é o monumento mais visitado da França e é Patrimônio Mundial da Humanidade desde 1991. Veja imagens de antes e depois do incêndio.

Destruição mostrada por satélite

Cnes 2019, Distribution Airbus DS

Vista aérea diurna

Pináculo

Parte externa

Vista aérea noturna

Teto

Altar e cruz

Teto e pináculo ruíram

Vista da parte de trás

Vista do rio Sena

Estrutura principal ficou de pé

Curtiu? Compartilhe.

Topo