Implantes que fazem 'ponte' entre cérebro e músculo devolvem movimento a homem paralisado

Bill Koshevar está paralisado dos ombros para baixo há 8 anos.

Agora, pode mover o braço de novo.

Implantes no cérebro enviam sinais ao membro diretamente.

O sistema contorna os efeitos das lesões na medula.

"Estava fazendo uma viagem de 240 km de bicicleta. Chovia muito. Estava atrás de um caminhão do correio, a uma boa distância. Mas ele parou para uma entrega e fui direto na traseira do caminhão", conta ele.

"As pessoas precisam fazer por mim coisas que não consigo mais fazer. Precisam me virar a cada duas horas.

Se quero água, eles precisam me dar."

Com a tecnologia, Bill pode comer e beber sozinho.

A esperança é de que dê a ele e outros pacientes mais independência.

"Essa pesquisa ampliou minha capacidade de fazer as coisas."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos