Paraguai declara alerta com aumento de chicungunha em fronteira com Brasil

  • Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

    Pesquisadores encontram buscam larvas do Aedes aegypti

    Pesquisadores encontram buscam larvas do Aedes aegypti

O Ministério da Saúde Pública do Paraguai declarou nesta sexta-feira o alerta preventivo no departamento de Amambaí, na fronteira com o Brasil, após serem confirmados 43 casos de chicungunha, do total de 45 registrados em todo o país.

Leia também:

A pasta de saúde afirmou que a medida envolve uma intensificação do controle vetorial para o elevado índice de infestação de larvas na área da cidade de Pedro Juan Caballero, capital do departamento, que propicia a dispersão do Aedes aegypti, o mosquito vetor.

Desde janeiro, e em nível nacional, o Ministério registrou um total de 45 casos confirmados de chicungunha e 224 casos prováveis.

Deles, 43 procedem de 12 bairros de Pedro Juan Caballero, onde foram detectadas condições favoráveis ao mosquito transmissor como uma ineficiente coleta de lixo, um planejamento desordenado e uma instabilidade climática que dificulta o controle químico do Aedes.

Além disso, a pasta informou que o número de casos de dengue confirmado neste ano chega a 2.920, enquanto os prováveis são 21.768, com 13 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos