Revalida reprova 57% dos médicos diplomados no exterior

São Paulo - Apesar de o número de participantes e de aprovados serem crescentes nos últimos cinco anos, o Revalida - exame que certifica diplomas médicos expedidos no exterior - ainda reprova mais de 57% de seus candidatos, segundo dados do Ministério da Educação (MEC) divulgados na semana passada.

Ainda assim, os índices são considerados satisfatórios pelo órgão, uma vez que, em 2013, a taxa de reprovação chegou a 93%. "É uma grande satisfação ver que temos aumentado a adesão à prova", disse o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry Campos, representante da subcomissão do exame Revalida.
Os brasileiros graduados no exterior são os que mais participam e têm porcentual de aprovação de 41%. Bolivianos, colombianos e cubanos vêm em seguida na lista de nacionalidades mais frequentes.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Luísa Martins

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos