H1N1 tem maior capacidade de disseminação, diz especialista

São Paulo - A alta capacidade de disseminação do vírus H1N1 e o grande movimento de pessoas entre diferentes regiões são as principais explicações para o rápido avanço da doença pelo País, segundo o infectologista Celso Granato, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). "A sensação que temos, principalmente com o surto deste ano, é que o H1N1 tem maior capacidade de disseminação do que os outros vírus da gripe. Trabalho com essa doença desde 1997 e nunca tinha visto uma coisa dessas", afirma ele, referindo-se ao surto antecipado.

De acordo com o especialista, o fato de o H1N1 ser um vírus de transmissão respiratória também facilita sua ação. "Todas as doenças que podem ser transmitida por gotículas de saliva acabam tendo um alcance maior e, por isso, o cuidado com a higiene é a melhor forma de tentar evitar a contaminação."

Para Granato, embora o vírus H1N1 seja transmitido de forma mais intensa no inverno, quando as pessoas permanecem mais tempo em ambientes fechados, o uso frequente do ar-condicionado no verão também pode favorecer a doença. "Nossa recomendação é desligar o aparelho de ar-condicionado e deixar a ventilação natural nos ambientes."


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fabiana Cambricoli

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos