Risco de febre amarela põe em alerta região de Rio Preto

As pessoas que precisam se deslocar para a região de São José do Rio Preto, no norte do Estado de São Paulo, devem tomar a vacina contra a febre amarela. O alerta, do Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE), da Secretaria de Saúde do Estado, leva em conta uma sequência de mortes de macacos após contrair a doença em cidades da região. "É uma situação preocupante, porque pelo menos 10% dos casos de febre amarela são graves e a metade destes evolui para óbito", disse a assistente de direção do GVE de Rio Preto, Monica Regina Bocchi.

Segundo ela, dos quatro casos de mortes de macacos, dois já tiveram confirmação definitiva para a febre amarela e outros dois, embora tenham sido positivos no primeiro exame, ainda aguardam outro resultado. "O problema é que em muitos casos não conseguimos fazer os exames. O que preocupa é que tivemos cerca de 40 mortes suspeitas de macacos na região." Em todos os casos, houve ação de bloqueio com a vacinação da população do entorno, além do controle dos vetores, especialmente os mosquitos silvestres.

José Maria Tomazela

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos