Doria repete Haddad e inaugura carretas para atendimentos móveis de saúde

São Paulo - Repetindo a essência de um programa iniciado pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT), o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), lançou nesta quarta-feira, 8, o Doutor Saúde, iniciativa que leva atendimentos e exames médicos a diferentes regiões da cidade em carretas adaptadas. Prática similar havia sido iniciada em 2013 com o Rede Hora Certa Móvel, que, segundo a atual gestão, não será descontinuado.

Nesta quarta, em Itaquera, na zona leste da capital, Doria e o secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, visitaram as instalações de três carretas que oferecem serviços nas especialidades de oftalmologia, cirurgia vascular e saúde da mulher, com expectativa de atendimento a três mil pessoas durante o primeiro mês, com funcionamento de segunda-feira a sábado, das 8h às 17h.

Questionado sobre a diferença entre as políticas, Pollara disse que o tempo de permanência da estrutura em uma determinada área é um dos fatores novos. "Essa daqui vai circular. A Hora Certa fica parada num lugar muito mais tempo do que esta", explicou. "A carreta da Rede Hora Certa também era quase como se fosse um mini-hospital, não tinha uma especificação", completou.

Atualmente, dez unidades da Rede Hora Certa Móvel já funcionam na cidade, mesmo número que Doria pretende alcançar até o fim deste ano com o Doutor Saúde. "Temos que ampliar o atendimento e principalmente fazê-lo móvel para permitir que as pessoas, com menos distância, possam acessar os programas preventivos. Serão mais dez carretas até o fim deste ano e elas sempre vão fazer ações novas, de 15 a 30 dias, ação preventiva", disse o prefeito.

Segundo a administração, o equipamento de oftalmologia vai para Capela do Socorro, na zona sul, já na próxima segunda-feira, 13, e uma outra carreta segue para Perus, na zona norte. "O atendimento nesses dois locais começa em 20 de março - tempo necessário para montagem das carretas e agendamentos das consultas", informou a Prefeitura por nota. Para usar o serviço, é necessário fazer o agendamento em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

A gestão detalhou ainda que a unidade de cirurgia vascular oferece consulta especializada e exame de ultrassom doppler, usado para avaliar a necessidade de cirurgia. Na carreta de oftalmologia, são realizadas consultas para prescrição de óculos e exames médicos preventivos sobre riscos cardiológicos. Ainda segundo a Prefeitura, atualmente mais de 45 mil pessoas aguardam atendimentos especializados nas áreas de oftalmologia, ginecologia e cirurgia vascular.

A aposentada Nilza Maria Oliveira, de 66 anos, era uma das pessoas que aguardavam atendimento nas carretas nesta manhã. Mesmo sem ter agendado previamente, ela decidiu tentar a sorte para fazer um exame de mamografia. "No posto, seria muito demorado, levaria mais de três meses entre a consulta e o procedimento", disse ela, moradora de Itaquera. A ação receberá investimentos mensais de cerca de R$ 570 mil.

Meta

A gestão Haddad entregou 35 unidades da Rede Hora Certa, bandeira do petista na área da saúde. Dessas, 16 eram unidades fixas, nove hospitalares e dez chamadas de modulares, com funcionamento em carretas ou contêineres. O Estado publicou em maio do ano passado que no Plano de Metas, o formato modular não estava previsto. Quando assumiu o governo, em 2013, a promessa era entregar 32 unidades fixas - uma em cada subprefeitura. O principal objetivo da Rede Hora Certa era também reduzir o tempo de espera para exames, consultas e procedimentos especializados.

Marco Antônio Carvalho

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos