Governo passa a adotar dose única da vacina contra febre amarela

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse nesta quarta-feira, 5, que o governo vai passar a adotar a dose única da vacina contra a febre amarela para as áreas com recomendação de imunização em todo o País. A medida, que passa a valer a partir deste mês, segue a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o tema.

Com a nova medida, as pessoas que já tomara uma dose não precisarão mais se vacinar contra febre amarela ao longo da vida. Segundo explicou Barros, quando a OMS recomendou uma única dose do imunizante, em 2014, o Ministério da Saúde chegou à conclusão de que os estudos ainda não eram suficientes para que a recomendação da organização fosse adotada.

Em entrevista coletiva, Barros disse ainda que o governo prepara a rede pública para um possível fracionamento das doses. Como a reportagem revelou, o ministério encomendou à Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) um pedido para avaliar preço e disponibilidade de seringas para o fracionamento.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos