Gestão Doria quer diminuir fila de atendimento dermatológico em 75% até dezembro

  • Nacho Doce/Reuters

    Prefeitura de São Paulo quer reduzir a fila de espera por atendimento dermatológico de 65 mil para 16 mil pessoas até o fim do ano

    Prefeitura de São Paulo quer reduzir a fila de espera por atendimento dermatológico de 65 mil para 16 mil pessoas até o fim do ano

A gestão João Doria (PSDB) pretende reduzir a fila de espera por atendimento dermatológico de 65 mil para 16 mil pessoas até o fim do ano, o que representa uma redução de 75%. Atualmente, o tempo médio de espera pela primeira consulta na especialização é de 6,5 meses, o que deve ser reduzido para um mês até dezembro, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara.

Além da fila de espera, a Prefeitura recebe cerca de 16 mil novas solicitações de consultas em dermatologia por mês. Segundo o secretário, o número de atendimentos aumentará de 10 mil para 20 mil a partir de 24 de julho, quando começará a funcionar a nova carreta do programa Doutor Saúde, que foi lançada nesta terça-feira (27) durante coletiva de imprensa realizada na Prefeitura de São Paulo, na região central da cidade.

A unidade móvel será focada exclusivamente em dermatologia, com a realização de consultas, exames, coleta de biópsias e pequenos procedimentos cirúrgicos.

Todos os pacientes recebidos na carreta serão encaminhados por médicos do Hospital Israelita Albert Einstein, que realizará um serviço de teledermatologia, no qual analisarão à distância as necessidades dos pacientes a partir da análise de informações e imagens de lesões coletadas por enfermeiros de unidades de saúde da capital.

Com início das atividades previsto para 24 de julho, a carreta é a sexta do Doutor Saúde e deve atender inicialmente nas proximidades do Hospital Dia da Rede Hora Certa de Santo Amaro, na região sul da capital.

Além dela, o programa também tem unidades móveis de oftalmologia, saúde do homem, cirurgia vascular, coloproctologia e tomografia. Até o fim do ano, a Prefeitura pretende lançar mais quatro carretas.

Em média, as unidades devem permanecer dois meses em cada local antes de serem deslocadas para um novo espaço. No caso da carreta de dermatologia, a parceria com o Hospital Albert Einstein está firmada até janeiro, com a possibilidade de renovação. Os agendamentos devem iniciar no dia 2 julho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos