Pressa para fazer plástica após o parto pode comprometer resultado

Paula Felix

  • iStock

Ao longo da gravidez, o corpo da mulher passa por uma série de alterações físicas e hormonais que continuam ocorrendo no pós-parto. Por isso, os cirurgiões plásticos recomendam que a mulher espere no mínimo um ano após a amamentação para se submeter às intervenções.

"O corpo tem de voltar às condições normais de hormônios e tecidos. É importante aguardar pelo menos um ano após o final da amamentação. É condenável fazer antes disso", explica José Octavio Gonçalves Freitas, diretor da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Alan Landecker, cirurgião plástico e membro da SBCP, alerta que o resultado do procedimento pode ser comprometido quando não é feito no prazo correto. "Os tecidos estarão inchados e o cirurgião perde parâmetro. O resultado pode ser ruim do ponto de vista estético. A cirurgia de contorno só pode ser feita no peso ideal ou próximo disso."

Fase pós-cirúrgica

Landecker destaca que o prazo de recuperação, que costuma ser de um mês, também deve ser respeitado. "A paciente não pode pegar peso, usar os braços com intensidade e precisa de muita ajuda para realizar suas atividades. O resultado das plásticas vem seis meses após a cirurgia, quando os tecidos desincham e adquirirem a forma final."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos