Região com vacinação fracionada registra casos suspeitos de febre amarela

Sorocaba - Cinco cidades do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, onde foi iniciada nesta quinta-feira, 25, a campanha de vacinação com dose fracionada, registram ao menos oito novos casos suspeitos de febre amarela.

Em Jacareí, a diretoria de Vigilância à Saúde informou ter sido notificada, nesta quinta, sobre dois casos suspeitos, um deles envolvendo um homem de 34 anos, morador da zona rural, na divisa com São José dos Campos. O paciente está internado e aguarda o resultado dos exames. O outro caso é de um homem de 60 anos, que mora na cidade, mas tem sítio em Igaratá, outra cidade da região. Ele está internado na Santa Casa de Jacareí, mas passa bem. A prefeitura informou que já foram realizadas as ações de bloqueio dos casos.

Já em Taubaté, três casos suspeitos estão em investigação. Um paciente de 38 anos esteve recentemente em Passos, cidade de Minas Gerais. Ele estava internado, mas recebeu alta nesta quinta-feira. O outro caso envolve um menino de 12 anos que também viajou para Minas. O terceiro paciente, de 41 anos, foi internado em Taubaté, mas reside em Pindamonhangaba. A prefeitura desta cidade informou que o paciente apresentou sorologia positiva para dengue, mas a Vigilância Epidemiológica de Taubaté ainda aguarda o resultado de exames.

No mesmo dia em que iniciou a campanha de vacinação fracionada, a prefeitura de Cruzeiro anunciou, nesta quinta, o primeiro caso suspeito de febre amarela. A paciente, uma adolescente de 14 anos, estava internada na Santa Casa local, mas foi transferida para um hospital de São Paulo, onde passou por exames. Ela apresentou sintomas após retornar de uma viagem para Minas.

Em São José dos Campos, um homem de 50 anos, morador do Jardim Aquarius, está internado com suspeita da doença. O paciente esteve em Mairiporã, onde o vírus circula e foram registrados seis óbitos por febre amarela. No dia 10 de janeiro, um homem de 28 anos morreu com sintomas da doença - ele também havia estado em Mairiporã. O resultado dos exames ainda não saiu.

A Vigilância Epidemiológica de Aparecida notificou na terça-feira, 23, o primeiro caso suspeito de febre amarela na cidade. O paciente é morador de Potim, cidade vizinha que também está em campanha de vacinação.

José Maria Tomazela

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos