PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Rio Grande do Sul divulga lista de pessoas que precisam tomar 2ª dose da vacina contra covid-19

Imagem meramente ilustrativa; Secretária da Saúde do estado destaca a necessidade de as pessoas verificarem a data de retorno na caderneta de vacinação - Getty Images
Imagem meramente ilustrativa; Secretária da Saúde do estado destaca a necessidade de as pessoas verificarem a data de retorno na caderneta de vacinação Imagem: Getty Images

Sofia Aguiar

Em São Paulo

16/04/2021 12h30

Para ajudar na busca das pessoas que não receberam a segunda dose do imunizante contra a covid-19, a SES (Secretaria da Saúde) do Rio Grande do Sul disponibilizou às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde os nomes de 101 mil cidadãos que já deveriam ter sido vacinados. Os dados poderão ser repassados pelas coordenadorias às vigilâncias municipais, responsáveis pela vacinação local.

Os relatórios sobre os faltantes são gerados com base em dados informados pelos próprios municípios ao SI-PNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações). No entanto, para agilizar o processo de imunização, a SES já está fornecendo as informações consolidadas.

A busca ativa pode ser feita nos municípios por meio dos agentes das ESF (Equipes de Estratégia de Saúde da Família). Segundo a coordenadora da 18ª Regional de Saúde, Janete Ferri Teixeira, "a coordenadoria já está acessando o painel disponibilizado pelo Estado, e a vigilância epidemiológica está em contato com os municípios, orientando a busca ativa e fazendo uma divulgação voltada para a conscientização sobre a importância da segunda dose".

A secretária da Saúde do estado, Arita Bergmann, destaca a necessidade de os municípios atualizarem os registros e de as pessoas verificarem a data de retorno na caderneta de vacinação. "É preciso que aqueles que já tomaram a primeira dose voltem aos postos no momento adequado para receber o reforço e completar o esquema vacinal", explica.

Segundo dados do Rio Grande do Sul, atualmente, 320 mil pessoas estão no tempo oportuno para receber a segunda dose no estado.

Coronavírus