Alimentação

De Anitta a Safadão: alunos da USP fazem paródias para melhorar dieta jovem

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

Em dias de calor, aquela caixinha de suco delicioso e geladinho vira uma tentação. Se liga, que aquilo não é bem suco. Quer dizer, uma mínima parte até é, mas a maioria do conteúdo sob o rótulo de néctar é açúcar mesmo, e seu consumo excessivo pode levar a um diabetes no futuro.

Para advertir os jovens sobre os riscos da ingestão desse tipo de produto, estudantes de nutrição da USP (Universidade de São Paulo) misturaram informações sobre o suco de caixinha com a melodia da famosa canção de Marcos e Belutti e Wesley Safadão, "Aquele 1%". Estava pronta a paródia "1% suco", uma entre as dezenas de vídeos produzidos pelo grupo e publicadas no canal USParódia, no Youtube.

"Nosso objetivo é propagar mensagens de nutrição para adolescentes e jovens adultos com uma linguagem fácil", conta Felipe Daun, coordenador do projeto de extensão da USP.

No canal, criado há dois anos, músicas que estão "bombando" nas paradas receberam outras letras, todas com dicas de alimentação saudável. Neste momento, o principal alvo do grupo, formado por Daun e outras duas alunas de nutrição, são as comidas industrializadas.

Não é à toa: segundo pesquisa do Ministério da Saúde publicada em julho, as bebidas açucaradas são consumidas por 56% dos 75 mil adolescentes, de 12 a 17 anos, entrevistados pelo ministério. Dos alimentos listados na pesquisa, as frutas não ficaram nem entre os 20 alimentos mais consumidos por essa faixa etária.

Reprodução/Facebook
Desde que foi criado, vários alunos de nutrição já passaram pelo USParódia

Saudável, sem radicalismo

Se você pega aquele iogurte na prateleira do mercado se achando a pessoa mais saudável do mundo, melhor rever os seus conceitos. Eles costumam estar dentro da categoria dos processados e ultraprocessados.

No geral, além de conservantes e outros produtos químicos, produtos ultraprocessados --como os salgadinhos, pratos congelados ou sobremesas prontas-- costumam ter grande quantidade de sódio e açúcar adicionados a sua composição. Uma alimentação rica em sódio e açúcares eleva o risco de a pessoa desenvolver hipertensão e diabetes no futuro. Até o ano passado, quase 25% da população brasileira sofria de pressão alta, segundo dados do Vigitel. 

 "Quando falamos do iogurte (no vídeo), por exemplo, não dizemos apenas porque aqueles que vendem no mercado costumam fazer mal, mas mostramos o que dá para fazer para não deixar de consumi-lo", explica Felipe Daun.

Usando a melodia da música "Sorry", do cantor canadense Justin Bieber, as bolsistas do USParódia dão uma receita simples de como fazer um iogurte natural saudável. 

"Além de dar opções que podem substituir esses alimentos, mostramos no canal (do Youtube) que essa substituição pode sair mais barata", conta Bruna Tomaz Cabral, aluna do 4° ano de nutrição.

Eles colocam a "mão na massa"

Reprodução/Facebook
Mariana Arid (à esq.), 22, e Bruna Tomaz Cabral, 21, são as alunas que hoje produzem, gravam e atuam nos vídeos das paródias do canal

O projeto começou como um trabalho na aula de educação nutricional para a Faculdade de Saúde Pública da USP. A ideia, no entanto, sobreviveu ao fim do semestre e virou um projeto de extensão para atingir a comunidade.

Bruna Tomaz Cabral e Mariana Arid, 22, se dividem como podem para criar os vídeos. Elas criam as paródias, atuam nos vídeos, gravam, editam e contam com o talento de amigos e namorados para gravar as novas versões das músicas.

"Demora menos de uma semana para fazer a letra. Temos um arquivo onde colocamos nossas ideias e vamos modificando a letra. Fazemos o roteiro do vídeo e gravamos tudo em um único dia, geralmente na minha casa. Eu uso a câmera do meu irmão e a gente mesmo edita os vídeos", explica Mariana.

A linguagem jovem e direta pode virar ferramenta na vida profissional. "É um recurso que dá para usar para o resto da vida, para explicar aos clientes, de maneira lúdica, como ter uma alimentação mais saudável", afirma Bruna.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos