Entenda o que é o problema cardíaco do ator Felipe Titto e suas causas

Bia Souza

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/MTV

O ator Felipe Titto, 30, precisou ser internado às pressas no último domingo (22). A suspeita é que ele estivesse sofrendo um infarto, mas o diagnóstico foi de que se tratava de uma inflamação do miocárdio --músculo do coração.

O ator chegou ao Hospital São Luiz, em São Paulo, sentindo fortes dores no peito e com o braço esquerdo formigando. Após realizar exames, os médicos descartaram o infarto.

A inflamação do miocárdio também é chamada de miocardite e é causada por infecções virais de bacterianas como febre amarela, gripe e hepatite.

De acordo com os especialistas, ela é mais comum em adultos jovens e do sexo masculino, sendo uma das principais causas de morte súbita em pessoas com menos de 40 anos de idade e em crianças.

Segundo a médica cardiologista Natália Aarão, dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein, a doença pode decorrer de diversas causas infecciosas, mas a viral é mais comum. "As manifestações clínicas da doença são bastante variáveis, podendo ser desde assintomático (sem sintomas) até causar a morte", explica.

Em um vídeo publicado em sua conta no Instagram, o ator afirmou que estava com suspeita de dengue e que essa ou outra virose pode ter causado a doença.

 

 

To vivão!! #SegueOBaile

Um vídeo publicado por Felipe titto (@felipetitto)

 

 

em

Diferenças entre miocardite e infarto

Um infarto é um bloqueio as artérias coronárias e aos vasos sanguíneos que levam sangue e oxigênio ao coração. Quando o bloqueio atinge uma artéria importante, ele pode causar uma parada cardíaca e até levar a morte.

Já a miocardite é uma inflamação do músculo do coração, que sem tratamento pode causar uma redução da capacidade do coração de bombear o sangue, e o surgimento de arritmias cardíacas. São necessários exames médicos para comprovar o diagnóstico.

Muitas vezes os diagnósticos se confundem porque dependendo da fase da doença e do quadro clinico os sintomas podem simular um quadro de infarto. 

Otávio Coelho, médico cardiologista e professor da Unicamp

Na maior parte das situações a doença evolui bem, mas em casos mais agudos a miocardite pode deixar sequelas como insuficiência cardíaca, doença que faz com que o coração não consiga bombear sangue o suficiente para o resto do corpo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos